Final frontier – Buell BR – Ushuaia 2012 – 1 Parte

  • Dia 01: BH – SP – 600km

     Depois de muita preparação, pois estamos há mais de 1 ano conversando, discutindo e preparando esta aventura, chegou a hora. Antes de tudo temos que agradecer ao Willian Neves e ao André Carrazone pelas dicas e conselhos. Temos que agradecer tbm a nossa turma do BuellBR pela força e ajuda sempre que precisamos, e às nossas famílias e esposas por terem nos concedido este alvará de 25 dias!!!!!
    Neste 1 ano de preparação tivemos muitas leituras na internet e em livros, em todas sempre havia o momento da saída, a noite sem dormir de ansiedade!!!! Quer saber?… É tudo verdade, por mais que vc se prepare, pode ter certeza de que vai ficar a noite anterior da saída sem dormir, com frio na barriga!!!!
    Bom, nossa viagem tem seu início em BH, de onde vamos eu (Dudu Porto) e o João Bosco. Em São Paulo, vamos nos juntar ao Ito e depois em Curitiba vamos nos juntar ao Sueden, aí sim o bonde estará completo. Nosso roteiro vai até Ushuaia, a cidade mais austral só mundo, ou seja, o fim do mundo. Serão 13.000km ida e volta, queremos sair de casa e chegar em casa nas nossas Buell Ulysses, todos nós vamos com o mesmo modelo de Buell.
    1º Dia: BH – SP – 600km
    Nem preciso falar como foi difícil dormir, mas acordar foi moleza, o despertador estava pronto pra despertar as 5:40, mas os olhos ja se abriram as 5:00, fiquei na cama enrolando pra não acordar a patroa. OK, despertou, levanta toma banho, toma café da manhã, coloca a armadura e o frio na barriga nada de passar. Despede da patroa, desce, confere se as malas estão presas, confere se não esqueceu de nada importante, limpa a viseira do capacete porque São Pedro não colaborou e abriu a torneira logo hoje, e o frio na barriga continua igual. Senta na moto, se ajeita e liga o poderoso V-Twin, o barulho ecoa na garagem, coloca as luvas e o capacete e a desgraça do frio na barriga continua lá. Bem, agora não tem mais jeito, engata a primeira e vamos embora para o ponto de encontro, antes vamos passar para pegar um novo amigo Aidyr, um dos maiores motociclistas que já conheci.
    Depois de alguns km, até que enfim o frio na barriga começou a dar uma trégua, chegamos no ponto de encontro as 08:00 e o João Bosco ainda não havia chegado, mas nesse horário o transito esta infernal em BH, ainda mais com chuva. As 8:15 chega o João Bosco, nos cumprimentamos, abastecemos e pé na estrada!!!
    Como ja havia falado, São Pedro nos castigou nos 100km iniciais, muita chuva, muito spray de caminhão e muito calor, não foi fácil, mas o prazer de estar com nossa motos na estrada supera isso fácil. Mas depois de 100km, acho que São Pedro viu a sacanagem que estava fazendo com a gente e cortou a chuva, aí sim, agora estávamos a caminho da nossa aventura com um sorriso de orelha a orelha, o frio na barriga ja tinha sumido.
    A Fernão Dias estava tranquila, com alguns pontos reformando mas o transito esta leve, conseguimos manter um bom ritmo sem sustos. No ultimo abastecimento 50km depois de Pouso Alegre, conversamos com o Ito, que iria nos esperar na estrada para nos guiar dentro de São Paulo até o hotel. Seguimos viagem e como havíamos combinado lá estava o Ito no acostamento, paramos rapidamente só para um abraço, afinal de contas agora só faltava o Sueden para o bonde estar completo, entramos em Sampa e o transito ja estava pesado, acho que isso acontece o tempo todo por lá, o nosso companheiro Aidyr, que é de Sampa, nos acompanhou até próximo do hotel e seguiu seu caminho pra casa, depois de mais algumas quadras, que demoraram pra caramba por causa do transito, estávamos no Tryp Jesuíno Arruda, no Itaim. E pronto, finalizamos a 1ª etapa da nossa aventura.
    Mas não acabou, o Ito nos falou que a moto dele havia falhado no caminho, para quem não sabe a moto dele esta dando trabalho há mais de 1 ano, e logo agora ela poderia estragar nossa viagem… Bom, pensamento positivo: não vai falhar mais!!!!! Instalados no hotel, o Ito foi pra casa terminar de arrumar suas malas e eu fui tomar um belo banho e depois comer alguma coisa, e aproveitando que o hotel ficava do lado da rua Clodomiro Amazonas e o João ainda precisava comprar uma calça de 2ª pele e uma balaclava, fomos dar uma voltinha a pé pela região.
    Abaixo, fotos do Happy Hour com a turma do BuellBR no restaurante Botta Gallo, que o Rafa havia marcado.
     Dia 02 – SP – Curitiba – Lages: 770KM

    Preparar-se para uma viagem destas não é fácil, principalmente para “marinheiros de primeira viagem” como nós e apesar de iniciarmos o planejamento em 2011 a idéia inicial foi lançada em setembro de 2009 pelo Leitão e o tempo foi passando e em 2010 começamos há estudar um pouco mais a planilha muito bem elaborada por ele e iniciamos algumas alterações de rota conforme comentado pelo Dudu e conseguimos fechar o grupo no ano passado.
    Grupo fechado, iniciamos os preparativos para gradativamente nos equiparmos moto e motociclista para a grande viagem e a realização de um sonho que se tornou realidade este ano e confesso que repassamos o planejamento e a planilha vária e várias vezes para checarmos se não estávamos esquecendo-se de nada, mesmo assim…
    A semana que antecede a viagem é a mais tensa, todos ansiosos, refazendo as malas diversas e diversas vezes para até achar um ponto de equilíbrio entre distribuição de peso e as tranqueiras que precisam ser comportados nos baús, correria de última hora para comprar os itens faltantes e assim vai…
    Passada esta correria dos preparativos iniciamos o nosso segundo dia escoltados pelo Guillermo, Messias, Rafa e Rodolfo até Registro e não é que a geração old school está começando a aparecer mais… rsrsrs dia 01 foi marcado pela presença do Aydir acompanhando os mineirins até SP e hoje a velha guarda do BuellBR o Sr. Messias nos prestigia com sua presença com uma imponente máquina italiana e partimos para Registro para a partir de lá prosseguimos a viagem para nos encontrarmos com o Sueden para fechar o grupo do BuellBR Final Frontier.
    ,
    Em Curitiba o Sueden hiper, super ansioso nos aguardando com a sua família e o Uri e esposa nos aguardando para se despedir pessoalmente do grupo. Ahhh cruzamos com o Bonde do Ricardo chegando no posto combinado, mas pelo visto ele se perdeu no caminho..
    Agora com o grupo completo, partimos para Lages/SC e no caminho fomos gradativamente nos familiarizando com o ritmo de tocada que iriamos prosseguir daqui para frente.
    Em Lages com o objetivo do dia alcançado iniciamos o descanso para o próximo dia: Rio Grande/RS
    Informações:
    Pneus:
    . Dudu e Sueden: Michellin Pilot Road 3
    . Bosco: Pirelli Diablo
    . Ito: Dunlop D616
    Óleo:
    . Motor: 5100 Motul (todos)
    . Primária:
    .. Ito: 10w40 Motul
    .. Dudu e Bosco: Ac Delco
    .. Sueden: 10w30 Motul
    Malas:
    Todos com 4 volumes: Baús laterais, top case e banco do passageiro com tranqueiras para criar encosto para as costas, essencial para viagem deste magnitude.
    Observações:
    . descobrimos o objetivo da caixa preta do Dudu que diz ele que é para servir de encosto para as costas, mas o Sueden matou a charada… é o lanche que a esposa dele fez para cada dia da semana, tem lanche até terça-feira dia 20. :)
    By Ito

    19,abr,2012 | alex | Sem Comentário | Tags:, ,

Sobre o Autor

Ricardo Alex

Deixe seu comentário

* Nome, Email e comentário são obrigatórios