Final frontier – Buell BR – Ushuaia 2012 – 11 Parte

  • Dia 21 – Paysandu/Uruguai – Garibaldi/RS: 850 KM

    Acordei cedo para fazer uma revisão nos conectores e no nível de óleo da moto e conforme planejado, consegui terminar a tempo para tomar café da manhã bem rápido foi quando soube que o Sueden tinha chegado em Santana do Livramento e se estabelecido em um hotel para pernoitar.
    Quando o Dudu estava resumindo a rápida conversa que ele teve com ele pela manhã, ficamos sabendo de um trecho de rípio pela frente, mas a esta altura não tinha jeito, tínhamos que prosseguir com o espírito já preparado.
    Enfim próximo do Brasil, despedimo-nos do Uruguai com um dia nublado e pós chuva e pela frente um pequeno trecho de rípio compensado com as belas paisagens da região montanhosa entre Rivera e Santana do Livramento que ficarão em nossas memórias. Só motokando nesta região para vocês entenderem.
    Já no Brasil, sentido Garibaldi pegamos muito tráfego de caminhões que diminui um pouco o nosso ritmo de motokada, sendo que os últimos 35kms foram feitas a noite, não teve jeito! Em Garibaldi, cansados e a procura de um hotel para pernoitar após rodar 850 KM, conseguimos um e nos estabelecemos para iniciarmos o procedimento de check in, banho e jantar.
    Jantar: Conseguimos matar a saudade do tempero brasileiro na comida que foi unanime e ficamos relembrando dos vários trechos e das regiões com vistas sensacionais como El Calafate e as regiões montanhosas do Uruguai.
    Amanhã nosso destino será Curitiba e sábado São Paulo, nossos mineiros Dudu e Bosco seguirão direto para Pouso Alegre onde irão pernoitar para chegar a Belo Horizonte logo pela manhã evitando o trânsito do final da tarde de domingo.
    By Ito
    Foto: Ito

    Dia 22 – Garibaldi/RS – Curitiba/PR: 624 KM

    Iniciamos a nossa primeira manhã de motokada em terras brasileiras só que agora ao invés de retas e retas infinitas, voltamos ao que estamos acostumados: estradas com curvas, serpenteando as regiões serranas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná.

    Algo que todos nós notamos foi que após 19 dias motokando todo dia, tirando os 3 dias folga que realmente não andamos de moto, com média de 550 km por dia a pilotagem e a familiaridade com a Uly mudou completamente após 11.000 quilômetros rodados a única coisa que não mudou ainda é que eu ainda não consigo colocar os dois pés no chão, kkkkkk.
    Já em Curitiba, fomos recepcionados na entrada pelo Alceu, Cadu e Ramina que nos escoltaram até o hotel e ficamos relembrando das nossas aventuras pelas terras Uruguaias, Argentinas e Chilenas, principalmente o Chile com sua estrada de rípio.
    Alceu, Cadu e Ramina! Muito Obrigado pela atenção, escolta e recepção Curitibana para o retorno dos Cavaleiros de Ulysses do BuellBR Final Frontier – Ushuaia 2012!

    Dia 23 – Curitiba/PR – SP: 410 KM

    Objetivo do dia hoje para mim é “home” e para o Dudu e Bosco, Três Corações mais 302 KM adicionais e a 600 KM de Belo Horizonte!
    Iniciamos a nossa motokada diária as 08h30min pela BR116 e logo que saímos da zona urbanizada, começamos com curvas de alta e com pista dupla o que para nós que rodamos 8.000 KMs de retas em estradas estrangeiras é um prazer e começamos com ponderação sem arriscar, mas em nosso ritmo diário, aproveitando a estrada tranquila devido ao feriado e por ser um final de semana.
    Enquanto pilotamos nossas motokas, olhamos para o céu e no alto da serra vejo que há nuvens com indício de chuvas, mas nada de chuva e à medida que começamos a nossa descida  já percebemos o mormaço fazendo nos lembrar do frio que passamos no sul da Argentina.
    Na estrada, cada um pilotando sua motoka curtindo a paisagem e a estrada, lembramos que estamos no fim de nossa jornada próximos de nossas respectivas casas, querendo voltar logo para casa, abraçar demoradamente minha amada para matar a saudade depois de 23 dias na estrada.
    “Converso” com minha morena, apelido da minha Ulysses, na estrada:
    – Falta pouco morena, mais um pouco e já estamos em casa!
    Após umas duas horas de motokada, paramos no posto para um pit stop rápido e retornamos para a estrada e logo após passarmos por um pedágio, do outro lado da pista, aparecem “quatro malacabados” , amigos do BuellBR, acenando como loucos para que nós os enxergássemos, paramos no acostamento para esperarmos a nossos amigos que nós vieram recepcionar e escoltar por São Paulo.
    Era o Carlos Siqueira, Du Hertel, Magoo e o Waldir! Saudamos, abraçamos, tiramos fotos, conversamos rapidamente e decidimos nosso próximo pit stop com direito a um almoço mesmo. :)
    Enfim o nosso primeiro almoço na estrada e curiosamente, para matar a nossa saudade com direito a: arroz, feijão, bife, salada, sucos, etc… tudo que todo brasileiro está acostumado no dia a dia e que sentimos falta nestes últimos 22 dias.
    Colocamos alguns detalhes de nossa aventura em dia e almoçamos pausadamente, mas sem demorar muito, pois o Dudu e o Bosco ainda tinham uma pernada adicional pela frente.
    Lá nos despedimos e agradecemos tanto ao bonde que veio nos recepcionar e escoltar e entre nós: eu, Bosco e o Dudu, pois nos despediríamos na Marginal Tietê, eu seguindo para minha casa e o Bosco e Dudu escoltados até a Rod. Fernão Dias rumo a Três Corações faltando apenas 296 KM no domingo para chegarem em suas respectivas casas e familiares.
    Em casa, na garagem, enquanto tiro o capacete e as luvas, deixo o motor ligado para ecoar o som do VTwin e pausadamente a morena diminuir a temperatura e o retomar o folego para depois desligá-la.
    Abraço-a carinhosamente e agradeço-a pelo feito que realizamos juntos nestes 23 dias e 11.530 KMs percorridos.
    Aos malacabados do BuellBR: Carlos Siqueira, Du Hertel, Magoo e Waldir! Muito Obrigado pela recepção, escolta e do nosso saudoso primeiro almoço na estrada! Show de Bola!
    Paulo Valiengo, obrigado pela atenção e pela tentativa de nos recepcionar! Sua energia e de todos os amigos, familiares e leitores foram importantes para que nos, os quatro cavaleiros de Ulysses, concluíssemos nossa jornada!
    Obrigado a todos pelos votos neste período, que nos alimentaram durante a viagem e nos ajudaram a retomar o folego para recuperar as energias para prosseguir a viagem!
    Estou concluindo o texto e vejo que os dois mineirins já chegaram em suas respectivas casas.
    Bosco, Dudu e Sueden! Valeu show de companheirismo durante estes 22 dias sem palavras para descrever a alegria de termos cumprido juntos esta aventura de percorrermos Argentina,  Brasil, Chile e Uruguai juntos com estas 4 motos fantásticas!
    Dudu! Eu, Bosco e Sueden não temos palavras para agradecer sua liderança como ponteiro e navegador, impondo o ritmo nestes 11.530 KMs, sua energia e disposição para “puxar” foram sensacionais para cumprirmos com o nosso objetivo e chegarmos em casa com o objetivo alcançado e cumprido! V A L E U!
    By Ito
    Fotos: Ito e Waldir

    29,abr,2012 | alex | Sem Comentário | Tags:, ,

Sobre o Autor

Ricardo Alex

Deixe seu comentário

* Nome, Email e comentário são obrigatórios